23 March 2009

NE-Influências de brisas

Quando se vê (,)
o mar (,) quando chove
é belo:
Uma fina linha escura longe, lá longe.

Quando sente calor,
o mar quando sol
ainda belo:
Ele transforma em azul.

Se paras a olhar mar
e perde de ti seu rumo
descontente, confuso, imundo
com âncora corrente e pernas
fundidos em um só substantivo
Contraia em espasmo!
Solfeje dor que lhe causa.
-Causa da dor é o grito?

Se te parece confusa vida
Pira-te neste instante segundo,
vomita o sal de volta ao mundo
que este mar por vez te trouxe.

"Nesse mar que lua nasce
se foi meu amor
Traz pra mim, oh mar, de volta
quem partiu e lá ficou"

No comments: