05 March 2007

Àtoa


Um dia chega ela
fingindo ser descoladinha
e estranha a reação:
sem motivo tomo um trago que me arranha a garganta.
-Somos pequenas partículas no interminável universo,
frutos do acaso.

Se não há razão para existir, menina,
tudo é àtoa!

No comments: